DIÁRIO DE BORDO

FIGURAS INESPERADAS

MEMÓRIAS DA RABECA

 

MEMÓRIAS DA RABECA
 

SINOPSE

 

MEMÓRIAS DA RABECA é um espetáculo-solo contemporâneo que revela memórias guardadas por sete rabecas, trazendo à luz histórias e personagens que ficaram e continuam à margem - da sociedade, da mídia e da justiça brasileira. Memórias que ecoam e atravessam os tempos e seus guardiões - os rabequeiros brasileiros -, colocando em foco dinâmicas das relações entre o humano e a rabeca.

Assim como nós, cada rabeca é única, cada uma possui uma persona sonora - afinam e desafinam. Cada uma possui uma digital sonora e cultural, e nas suas inúmeras possibilidades de ser e se reinventar, documentam histórias - por vezes inesperadas - de lugares quase esquecidos deste país.

MEMÓRIAS DA RABECA é um convite para o encontro com a multiplicidade desse universo. A rabeca torna-se a voz, os pés e as mãos do ator que a toca, e o ator torna-se a vibração de suas cordas e sua música.

 

RELEASE

 

O espetáculo é fruto de intensa pesquisa artística realizada através do intercâmbio com rabequeiros da Cultura Caiçara, Quilombola e Indígena do Litoral Paulista, também por meio de pesquisa histórica sobre rabequeiros que marcaram a música e a poesia no Brasil, além da pesquisa de campo continuada da Cia. Mundu Rodá sobre os rabequeiros do Nordeste Brasileiro (Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte).

Uma obra de resistência poética, em sete movimentos para escutar através da palavra, do som e do corpo:

 

1) Cegos Rabequeiros - criado a partir dos registros de Toadas de Cegos de Mário de Andrade, e acervo musical e poético dos rabequeiros Cego Oliveira, Cego Aderaldo e Cego Sinfrônio;

2) Maneirinha - peça instrumental criada para a rabeca de Seu Nelson (AL), em que a potência e o timbre especial deste instrumento protagonizam a obra;

3) Boi da Mão de Pau - inspirado na obra do poeta e rabequeiro Fabião das Queimadas (1848-1928), ex-escravo que comprou sua liberdade e de seus familiares com sua música e poesia;

4) Cultura Caiçara, Fandango - Resistência e Tradição - coloca em foco a cultura caiçara Paulista, suas relações com o Fandango e seus mutirões, e suas principais questões sócio-político-ambientais;

5) Iauaretê - livremente inspirado no conto "Meu Tio , o Iauaretê” de Guimarães Rosa, percorre as fronteiras entre animalidade e humanidade, revelando a ligação profunda do que é humano e natureza - sobre uma perspectiva ameríndia;

6) Minha Chã - memórias do próprio artista -intérprete de quando morava na comunidade de Chã de Esconso, Zona da Mata Pernambucana - terra de encantarias e resistência cultural;

7) Redemunho - Inspirado em histórias, mistérios e causos sobre tocadores pactários. 

 

 

FICHA TÉCNICA

Direção artística: Juliana Pardo.

Artista intérprete: Alício Amaral.

Figurino e Cenário: Eliseu Weide.

Assistente cenotécnico: Wanderley D.lascko.

Composição e direção musical: Alício Amaral.

Dramaturgia e textos: Alício Amaral e Juliana Pardo

Desenho de luz: Eduardo Albergaria.

Fotos: Daniel Cunha.

Colaboração/provocação artística: Jussara Miller, Roberta Carreri (Odin Teatret), e Luiz Fiaminghi.

Orientação/Rabequeiros tradicionais: Zé Pereira, João Firmino, Agostinho Gomes, Zé Lucas, Carlos Raymundo, Benedito Nunes, Oswaldo Curió, Luiz Paixão, Nelson da Rabeca e Damião.

Em memória aos rabequeiros: Angelo Ramos, Antônio Teles, Manuel Salusitano, Mané Pitunga e Seu Mané Pereira.

Luthier: Fábio Vanini.

Rabecas (autores): Fábio Vanini, Fernando Vanini, Nelson da Rabeca, Zé de Nininha, Zé Pereira e Oswaldo Curió.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Diário de Bordo

Memórias da Rabeca | Pesquisa de Campo: Litoral Paulista.

Memórias da Rabeca | Intercâmbio com o Grupo de Fandango do Ariri |  Ariri-Cananéia-SP

Memórias da Rabeca |Intercâmbio com o Grupo de Fandango do Bairro do Rocio | Iguape-SP

Memórias da Rabeca | Oficinas

​VÍDEOS: PANAMÉRICA FILMES.

Voltar para a página anterior