De Onde Pra onde?

Clipping Mundu Rodá

A Cia Mundu Rodá originou-se do desejo de pensar a cena a partir não da reprodução das formas, mas dos princípios de pensamento das tradições cênicas brasileiras que, historicamente colocadas à margem, ensinaram-nos a pensar a arte de um modo integrado à vida.

A Cia Mundu Rodá completa 21 anos de um trabalho continuado de pesquisa que, desde seu surgimento, tem contribuído para um movimento das artes brasileiras contemporâneas que se pensam para além dos padrões eurocêntricos de criação e modos de produção.

Atualmente, a Mundu Rodá possui 08 obras em repertório: Donzela Guerreira (2007); Sambada de Reis (2005); Estrada (2010); Memórias da Rabeca (2017); Show Rabeca Primeira Sonora (2018); Figuras Inesperadas (2018); Vida de Cão, Coração de Herói (2019); Arigós -Bandeira, Espinha-de-Peixe, Cara-de-Gato (2020).

Desde 2004 realizam intercâmbio artístico com mestres/brincadores de Cavalo Marinho, promovendo com os mesmos, atividades de formação e difusão sobre o brinquedo e o trabalho de atores na cidade de São Paulo e em municípios do interior do estado de São Paulo. Atuam como brincadores anualmente em diferentes grupos tradicionais de Cavalo Marinho da Zona da Mata desde 2001. 

Coordenadores e Diretores Artísticos do Grupo AZOUGUE - Laboratório de Experimentação Cênica, fruto do trabalho realizado durante 03 anos do Curso de Extensão “Corporeidades Brasileiras e o trabalho do Ator/Bailarino”, ministrado no Instituto de Artes da UNESP, em São Paulo.

Fundadores do Núcleo Manjarra - Boi Manjarra/SP (2004), grupo de estudos sobre a brincadeira do Cavalo Marinho e do Tambor do Divino Espírito Santo Maranhense. Desde 2006 brincam na Festa Tradicional do Divino Espírito Santo, em São Luis do Paraitinga (SP)

ATIVIDADES REALIZADAS:

2021

  • Grupo brasileiro colaborador, desde 2013, do ISTA (INTERNATIONAL SCHOOL OF THEATRE ANTHROPOLOGY), dirigido por Eugênio Barba (Odin Teatret - Dinamarca). Convidados para ministrar as aulas, integrando a equipe de mestres/pesquisadores internacionais, ao lado de Parvathy Baul (India), Yalan Lin (Taiwan), I Wayan Bawa (Bali), Lydia Koniordou (Greece), Alessandro Rigoletti, Caterina Scotti, Tiziana Barbiero (Teatro tascabile di Bergamo, Italy), Eugenio Barba, Roberta Carreri, Julia Varley (Odin Teatret, Denmark) e Ana Woolf (Argentina), para a edição presencial ISTA – NEW GENERATION, a ser realizada em Favignana (Italy), de 12 a 22 de Outubro de 2021.

  • Realização do Projeto "20 anos Mundu Rodá”, patrocinado pelo Grupo Boticário, com apresentações gratuitas, online e com tradução em libras dos espetáculo DONZELA GUERREIRA e MEMÓRIAS DA RABECA, seguidas de bate-papo com convidados especias: Jesser de Souza (Lume Teatro, Campinas -SP); Mestre Inácio Lucindo (Camutunga -PE); Suzi Frankl Sperber (Campinas -SP); Mestre Zé Pereira e Laerte Pereira (Ariri-SP); Mestre Zé de Nininha (Ferreiros-PE); Luiz Fiaminghi (Florianópolis-SC). Além da realização das oficinas online e gratuitas "TREINAMENTO DE ARTISTA-INTÉRPRETE A PARTIR DAS DANÇAS TRADICIONAIS BRASILEIRAS” e "OFICINA: CANTOS TRADICIONAIS BRASILEIROS – CORPO/VOZ/RITUAL”, com convidados especiais como Mestre Inácio Lucindo (Cavalo Marinho | Camutanga-PE) e Dona Zenaide (Parteira, artesã e cantora |  Rio Branco-AC).

  • Ministrantes do curso SABERES E FAZERES - PEDAGOGIAS DAS MANIFESTAÇÕES ARTÍSTICAS BRASILEIRAS, programação dos Cursos Estendidos de Formação Continuada - Módulo PEDAGOGIAS, pelo Projeto Transversalidades Poéticas CRDSP.

  • Grupo contemplado pelo PROAC EXPRESSO LEI ALDIR BLANC Nº 47/2020 - PRÊMIO POR HISTÓRICO DE REALIZAÇÃO EM TEATRO, com o projeto "Mundu Rodá 20 anos: Criação e Pedagogia - Uma História Vivida com as Artes Cênicas Brasileiras”. 

  • Grupo selecionado para participação no 6º FEST KAOS (Festival de Arte Criativa), com apresentação on-line do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA.

  • Realização da Oficina On-line MAIS CARA NA CARA Máscaras e Comicidade no Cavalo Marinho, com participação especial de Sebastião Pereira de Lima (Mestre Martelo), contrapartida do Inciso II Lei Aldir Blanc 2020.

  • Exibição dos espetáculos MEMÓRIAS DA RABECA e VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI, pelo Edital ProAc LAB 36/2020.

  • Direção artística e direção musical do projeto audiovisual VERMELHO, BRANCO E PRETO OU MACURÁ DILÊ, com Sebastião Pereira de Lima (Mestre Martelo) e Cibele Mateus, realizado pelo CENTRO CULTURAL VALE MARANHÃO. 

2020

  • Realização online do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA no Teatro #EmCasaComSesc.

  • Contemplados pela 36a Edição Fomento a o Teatro para a cidade de São Paulo com o projeto "HIELIA - Manifesto das Margens e Outros Gritos”.  

  • Contemplados pela 1a Edição de Premiação de Espaços Culturais Independentes que Realizam Atividades Culturais na Cidade de São Paulo.

  • Grupo premiado no 5o FESTKAOS, com o espetáculo infantil "VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI” em sete categorias, sendo: Melhor Espetáculo, Texto, Trilha Sonora, Iluminação, Cenografia, Ator e Direção. Comissão julgadora: Bob Souza, Miguel Arcanjo Prado e Alexandre Mate.

  • Apresentação Online do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA no Festival Palco Presente 2020, realizado na Casa Mundu Rodá.

  • Apresentação online do espetáculo DONZELA GUERREIRA pelo #culturapresente - Teatro Flavio Império.

  • Exibição online do espetáculo VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI na 2a Mostra Pombas Urbanas de Re-Existência.

  • Realização da Palestra Máscaras Brasileiras, na Maratona 10 anos do Centro de Pesquisa de Máscaras (SP).

  • Grupo convidado para a programação do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo, no evento CASA ESPAÇOS DE PRODUÇÕES CULTURAIS - CASA MUNDU RODÁ.

  • Direção do espetáculo "(S}EM SAÍDA, um experimento virtual” do Grupo Xingó, realizado por Juliana Pardo, através do Fomento a Dança para a cidade de São Paulo. 

  • Ministraram o curso online RABECA: TOQUE, TRAQUEJO e TOADA, com Alício Amaral.

  • Contemplados pelo EDITAL PROAC No 02/2020 - REGISTRO E LICENCIAMENTO DE ESPETÁCULOS INÉDITOS DE TEATRO PARA DIFUSÃO ONLINE #CulturaEmCasa, com o projeto DONZELA GUERREIRA - NOVAS VEREDAS.

  • Ministraram o curso online CORPOREIDADES, POÉTICAS BRASILEIRAS E COMPOSIÇÕES FLUÍDAS, pelo Projeto Transversalidades Poéticas CRDSP. 

  • 2020 - Contemplados pelo EDITAL PROAC No 17/2020 - MANUTENÇÃO E MODERNIZAÇÃO DE ESPAÇOS CULTURAIS INDEPENDENTES, com o projeto  CASA MUNDU RODÁ - Residência Artístico-Pedagógica e Manutenção.

  • Integrou a ação virtual Manifesta Arte em Rede, com exibições de trabalhos de repertório (Vídeo Documentário Cavalo Marinho da Mata Norte Pernambucana - Bolsa Vital de Artes e Show Rabeca Primeira Sonora), no modo online.

  • Apresentação do Espetáculo/Brincadeira SAMBADA DE REIS na programação de carnaval do SESC Campinas.

  • Receberam na CASA MUNDU RODÁ as atividades do projeto Escola de Palhaças - Módulo I, sob coordenação de Andréa Macera.

 

2019

  • Execução do projeto ARIGÓS - GUERRAS DIÁSPORAS, RIOS EM ABANDONO, na cidade de São Paulo e na sede da Cia. Mundu Rodá, contemplado em 2018 pela 32a EDIÇÃO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO, sendo:

  1. Continuidade de pesquisa pedagógica, através do curso gratuito de formação PROGRAMA ARTÍSTICO-PEDAGÓGICO MUNDU RODÁ, dividido em cinco módulos, com duração de 10 meses, sendo 3 encontros semanais, fundamentado na metodologia de treinamento e criação da Cia, onde contamos com 25 participantes e 09 orientadores artísticos.

  2. Através do projeto ARIGÓS: GUERRAS, DIÁSPORAS E RIOS EM ABANDONO, desenvolvemos em 2019 a continuidade de pesquisa artística sobre o universo amazônico, pesquisa desenvolvida já há alguns anos pela Cia. promovendo as aberturas públicas de 06 Estudos Cênicos: “Guerra, Como se nada Fosse” sob orientação de Vinicius Torres Machado; "Diálogo sobre a Guerra - Estudos Improvisados” sob orientação de Lu Favoreto; "Um Rio Corta a Montanha" e “Diásporas” sob orientação de Maria Thais; “Rios em Abandono | Rastros D’Água” sob orientação de Cris Colla e Lu Favoreto; e “Vermelho, Branco e Preto ou Estudo Sobre Mateus” sob orientação de Juliana Pardo e Salloma Salomão. Toda as ações foram abertas ao público e gratuitas.

  3. Realização dos eventos "Chã de Dois", sendo três eventos abertos ao público: 1a Chã de Dois com os convidados acreanos Pajé Metxo, Ako e Mepe (Aldeia Tashkaya Katukina), Dona Zenaide, Evair Silva e Alexandre Anselmo; 2a Chã de Dois com os convidados Ponte Elemento Per (Luciano Mendes de Jesus), Turma F22 da formação da ELT, Cia. Mundu Rodá e Grupo Manjarra; 3a Chã de Dois com os convidados Alexandre Buda, Salloma Salomão e Alício Amaral.

  • Viagens de Campo para pesquisa e desenvolvimento do Projeto ARIGÓS - GUERRAS DIÁSPORAS, RIOS EM ABANDONO, sendo: 

  1. Expedição Acre: Rio Acre, Comunidades da RESEX Chico Mendes, Rio Branco, Xapuri, Epitaciolândia, Brasiléia e Cobija (Bolívia). 

  2. Expedição Recôncavo Baiano: Salvador, Santo Amaro, Cachoeira, Coqueiros, Saubara, e Acupe.

  3. Expedição Pará: Rio Tapajós, Santarém, Comunidades da FLONA Tapajós e Alter do Chão. 

  • Estréia e temporada do espetáculo VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI no Teatro Anchieta do SESC Consolação (São Paulo - SP). 

  • Apresentação do espetáculo VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI no SESC Araraquara e SESC Campinas.

  • Participou da Virada Cultural Paulista no Centro Cultural Paulista e do Circuito Sesc de Artes com o espetáculo SAMBADA DE REIS, com o grupo Manjarra. 

  • Circulação do espetáculo FIGURAS INESPERADAS em municípios do interior do Estado de São Paulo e comunidades  caiçaras, indígenas e quilombolas do litoral Sul paulista, através do EDITAL PROAC No 09/2018 - “CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CIRCULAÇÃO DE ESPETÁCULO DE ARTES CÊNICAS PARA RUA NO ESTADO DE SÃO PAULO”.  

  • Apresentação do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA na Casa Mundu Rodá, integrando a programação "Circulação Residência” do Grupo Buraco d'Oráculo (Fomento ao Teatro de São Paulo).

  • Apresentação do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA na programação "Série Solo Música", realizado na CAIXA CULTURAL CURITIBA.

  • Receberam na CASA MUNDU RODÁ as atividades do projeto DESUSES QUE DANÇAM, sob coordenação de Tom Campos e Alexandre Buda.

2018

  • Contemplados pela 32a EDIÇÃO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO com o projeto "ARIGÓS - GUERRAS DIÁSPORAS, RIOS EM ABANDONO”. 

  • Lançamento do Show RABECA PRIMEIRA SONORA no SESC Pinheiros em São Paulo, com a participação dos músicos Luiz Fiaminghi, Mestre Nico, Eder “O" Rocha, Paulo Dias, Daniel Rodrigues e Marquinho Mendonça.

  • Finalização do projeto de pesquisa e montagem ARIGÓS - Primeiros Riscos da Borracha, contemplado pela 3a Edição do Prêmio Zé Renato. Apresentações na sede da Cia. Mundu Rodá, e no Teatro Paulo Eiró em Santo Amaro.

  • Contemplados pelo Instituto Grupo Boticário (2018-2019) - BOTICÁRIO NA DANÇA para temporada dos  espetáculos MEMÓRIAS DA RABECA e DONZELA GUERREIRA, com realização em 2020 e 2021.

  • Participação no SBPC Cultural UFAL 2018 com as atividades: Oficina “O Trabalho do Ator a Partir das Tradições Cênicas Brasileiras: Corporeidades, Voz e Rito”; Mesa Redonda: O Ator Brincante; e Aula Espetáculo: “Chã de Dois - Corporeidades Brasileiras, Tradição e Cena Contemporânea”. 

  • Circuito Cultural Paulista 2018 com o espetáculo SAMBADA DE REIS, com o grupo Manjarra.

  • Apresentação do Espetáculo/Brincadeira "Sambada de Reis", na programação do SESC do Carmo, SESC Jundiaí, Circo do Asfalto (Santo André) e MAM (Museo de Arte Moderna de São Paulo), no evento Carnaval ElesPorElas. 

  • Grupo convidado para ministrar o curso Danças Dramáticas Brasileiras - Corporeidades - Voz - Ritual, no ciclo de aulas técnicas do CRD (Centro de Referência da Dança das Cidade de São Paulo).

  • Realização do projeto MEMÓRIAS DA RABECA no SESC Taubaté (SP).

  • Apresentações do Espetáculo VIDA DE CÃO CORAÇÃO DE HERÓI, pelo EDITAL PROAC Nº 07/2017 – PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO de ARTES CÊNICAS PARA PÚBLICO INFANTIL, em Cotia, Cabreúva, Itaquaquecetuba, São Bernardo do Campo e Osasco.

  • Apresentação do espetáculo MEMÓRIAS DA RABECA e realização da Oficina "Corporeidades e Sonoridades do Cavalo marinho para o Trabalho de Atores, Bailarinos e Músicos", no evento Semana da Música do CEART-UDESC - Florianópolis. 

  • Ações com Grupo Manjarra e Mestre Inácio Lucindo (PE) realizando apresentações na Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga (SP) e no Espaço Cachuera! (SP); Oficina “Poesia e Toadas na Tradição do Cavalo Marinho de Mestre Inácio Lucindo” e evento "Encontros com a História - Aula Espetáculo “A Vida Vivida e Envolvida no Cavalo Marinho” no CRD (Centro de Referência da Dança de São Paulo).

  • Ministraram a Oficina Montagem de Cortejo Cênico Musical, na cidade de Salto (SP).

  • Ministraram durante 02 meses o curso “DANÇAS DRAMÁTICAS BRASILEIRAS” Corporeidades | Voz | Ritual no CRD (Centro de Referência da Dança de São Paulo).

  • Ministraram a OFICINA DE RABECA Toque, Traquejo e Toada no SESC VILA MARIANA.

  • Receberam na CASA MUNDU RODÁ as atividades do projeto DESUSES QUE DANÇAM, sob coordenação de Tom Campos e Alexandre Buda.

  • Apresentação e cortejo na Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga, com o Boi Manjarra.

 

2017

  • Em 2017 apresentação do espetáculo ARIGÓS - Primeiros Riscos da Borracha, no Teatro do Heliópolis - Companhia de Teatro Heliópolis, pelo Prêmio Zé Renato. 

  • Realização do projeto MEMÓRIAS DA RABECA no SESC Pompéia (SP), sendo estréia e temporada do espetáculo "Memórias da Rabeca" - além das oficinas "Rabeca: Toque, Traquejo e Toada" e "O Trabalho do Ator-Bailarino"a partir das Danças Tradicionais Brasileiras". 

  • Apresentação do espetáculo "Memórias da Rabeca" na programação do ITAU CULTURAL e no Espaço Cachuera, em São Paulo; na II Feira dos Povos, em Altamira-PA; e no SESC CAMPINAS em Campinas (SP). 

  • Apresentação do espetáculo/Brincadeira "Boi Manjarra - Sambada de Reis", na programação do SESC Santana, Sesc Registro e Sesc Ribeirão Preto.

  • Realizou trabalhos de orientação/preparação cênica e musical, direção de movimento, treinamento para atores e criação musical, para importantes coletivos artísticos da cidade de São Paulo, como Cia. Teatro Balagan, Grupo Sobrevento, Cia. Humbalada, Cia. do Miolo, Grupo CITA e Teatro do Incêndio, integrando a ficha técnica dos projetos contemplados pelo programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. 

  • Preparador musical (Rabecas), pesquisa de repertório musical e compositor no espetáculo "CABRAS - CABEÇAS QUE VOAM, CABEÇAS QUE ROLAM", da Cia. Balagan (SP). Prêmio Shell 2016 de melhor Música. 

  • Contemplados com o projeto VIDA DE CÃO CORAÇÃO DE HERÓI, pelo EDITAL PROAC Nº 07/2017 – PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO de ARTES CÊNICAS PARA PÚBLICO INFANTIL.

  • Participou do FESTUGUE, Festival Artístico promovido pelo Odin Teatret, em Holstebro - Dinamarca, sob coordenação geral de Eugênio Barba, como único grupo brasileiro convidado para criação e atuação no projeto “Wild Cats & Wild Dogs”.

  • Viagem de Campo para pesquisa e desenvolvimento do Projeto ARIGÓS, realizando a Expedição Médio Xingu (PA) durante 40 dias no Rio Xingu, Comunidades da RESEX Rio Iriri e RESEX Riozinho do Anfrísio, além das cidades de Belém e Altamira. 

  • Coordenadores do Projeto RIBA, PARÊIA!, do Grupo Manjarra, contemplado pelo  EDITAL PROAC DE APRIMORAMENTO TÉCNICO – ARTÍSTICO (2018), realizando diversas acres de formação e artísticas na Casa Mundu Rodá: Oficina construção de caixas do Divino com Cristina Bueno; Oficina Construção de bonecos com celso Ohi; Oficina palhaço da cara preta, Mateus e Bastião do Cavalo Marinho com mestre Martelo (PE); Toques das caixeiras com Bartira Menezes (família Menezes).

  • Apresentação dos espetáculos ANJOS TORTOS (Núcleo Azougue) no Sesc Santo André -SP e SAMBADA DE REIS na programação do FELT - Festival Livre de Teatro.

  • Realização dos "ENCONTROS E ABERTURA DE PROCESSO CRIATIVO" do projeto ARIGÓS, contemplado pela 3a Edição do Prêmio Zé Renato (2015), na Casa Mundu Rodá.

  • Receberam na CASA MUNDU RODÁ as atividades do projeto DESUSES QUE DANÇAM, sob coordenação de Tom Campos e Alexandre Buda.

  • Realização da OFICINA-CORTEJO - BOI DE CARNAVAL no SESC SANTANA com Grupo Manjarra. 

  • Apresentação e cortejo na Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga, com o Boi Manjarra.

 

2016

  • Em 2016 a Cia. Mundu Rodá realizou residência artística no ODIN TEATRET (Dinamarca), como único grupo brasileiro convidado para o projeto “Wild Cats & Wild Dogs”, para criação e participação de um espetáculo com atores de diversos países no FESTUGUE, Festival Artístico promovido pelo Odin Teatret, em Holstebro - Dinamarca, sob coordenação geral de Eugênio Barba. 

  • Workshop/Intercâmbio “Work with Maud Robart, As introducing to her research”, com Maud Robart e Thibaut Garcon, em Las Toureies- França. 

  • Apresentação da Aula Espetáculo CHÃ DE DOIS no ODIN TEATRET, em Holstebro (Dinamarca).

  • Promoveram e receberam o Workshop de Dramaturgia de Ator e Atriz com a atriz Julia Varley, do grupo Odin Teatret, da Dinamarca, na Casa Mundu Rodá.

  • Realização do projeto MEMÓRIAS DA RABECA contemplado pelo Prêmio ProAC de Artes Integradas 2014, realizando apresentações e oficinas nas cidades de Campinas, Iguape, Cananéia, São Bernardo do Campo e São Paulo; nas comunidades caiçaras do Ariri, Ilha do Cardoso e Barra do Ribeira, e na comunidade indígena Aldeia Guarani Mbya Rio Silveira. 

  • Temporada do espetáculo “Donzela Guerreira” no Sesc Campo Limpo - SP.

  • Oficina “Criação de Partituras Físicas - Corpo do Ator”, no SESC Itaquera - SP; Workshop “Corporeidades Brasileiras para o Trabalho do Ator-Bailarino” no 10° Encontro de Atores Criadores - Sonhus Teatro Ritual (Goiânia-GO).

  • “Sambada de Cavalo Marinho” com grupo Manjarra e os brincadores tradicionais Aguinaldo Silva e Fabio Soares (PE), na Ocupação Funarte SP. 

  • 10a Mostra de Teatro São Miguel Paulista - Buraco D’Oráculo, com o espetáculo “Sambada de Reis”. 

  • Abertura do Teatro nos Parques 2016, com o espetáculo "Sambada de Cavalo Marinho”. 

  • Apresentação do espetáculo ANJOS TORTOS (do Núcleo Azougue) no Instituto de Artes da UNESP em São Paulo e na Casa Mundu Rodá, através Edital ProAC nº 06/2015.

  • Apresentação e cortejo na Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga, com o Boi Manjarra.

  • Evento aberto e intercâmbio entre a Mundu Rodá e o grupo Italiano La Fabbrica dei Gesti (Lecce), com apresentação do espetáculo Arrivi e Partenze! e a Aula Espetáculo Chã de Dois, na Casa Mundu Rodá.

  • Realização do evento MUNDO MESTRES MUNDU RODÁ, com participação de Mestres e Cavalo Marinho de PE, em unidades do SESC em São Paulo e no Espaço Cachuera!.

 

2015

  • Grupo contemplado pelo 3a Edição Prêmio Zé Renato, na categoria produção de espetáculo, com o Projeto ARIGÓS.

  • Ministraram o Curso de Extensão “Corporeidades Brasileiras e o trabalho do Ator/Bailarino - Cavalo Marinho e Maracatu Rural ” no Instituto de Artes da UNESP em São Paulo. 

  • Realização de Sambada de Cavalo Marinho com Mestre Biu Alexandre (PE) e Grupo Manjarra, no Terreiro Cênico Mundu Rodá. 

  • Realização de Sambada de Cavalo Marinho com Mestre Inácio Lucindo (PE) e Grupo Manjarra, no Terreiro Cênico Mundu Rodá.

  • Realização do Evento "Encontro com Mestres” no Instituto de Artes da UNESP em São Paulo e na Casa Mundu Rodá.

  • Realização do Evento Samba Parêia!, com grupo Manjarra, na Casa Mundu Rodá. 

  • Realização da Aula-Espetáculo "Chã de Dois" e com Oficina "Cavalo Marinho para o Trabalho do Ator/Bailarino”, em Suzano no Teatro Contadores de Mentira. 

  • Realização da Aula-Espetáculo "Chã de Dois" e com Oficina "Cavalo Marinho para o Trabalho do Ator/Bailarino” na Divisão de artes Cênicas da UEL (Londrina-PR).

  • Realização da Aula-Espetáculo "CHÃ DE DOIS CORPOREIDADES BRASILEIRAS: TRADIÇÃO E CENA CONTEMPORÂNEA” no 5 º SPA - SEMINÁRIO DE PESQUISAS EM ANDAMENTO da USP.

  • Circuito Cultural Paulista 2015, com o espetáculo Donzela Guerreira.

  • Apresentação do espetáculo "Sambada de Reis" no SESC Belenzinho, SESC Vila Marianna e SEScC Araraquara em São Paulo.

  • Apresentação do espetáculo DONZELA GUERREIRA no Festival de Teatro Velha Jona Primavera do Leste -MS (Festival de Teatro da Amazônia Mato-Grossense - MT). 

  • Apresentação do espetáculo DONZELA GUERREIRA na MOSTRA SESC CARIRI DE CULTURAS - CE.

  • Apresentação do espetáculo DONZELA GUERREIRA e da Aula-Espetáculo "CHÃ DE DOIS CORPOREIDADES BRASILEIRAS: TRADIÇÃO E CENA CONTEMPORÂNEA” no Encontros Possíveis - Alta Floresta - MT.

  • Participação com a Aula-Espetáculo “Chã de Dois - Corporeidades Brasileiras” no “Encontro 2015 - Os Laboratórios Históricos e a Reinvenção da Interpretação no Brasil, a partir de seus fazedores”, no Instituto de Artes da UNESP. 

  • Palestra "O Cavalo Marinho da Mata Norte”, com a Cia. Mundu Rodá e Mestre Biu Alexandre do Cavalo Marinho Estrela de Ouro de Condado-PE no Centro de Pesquisa e Formação do SESC.

  • Realização do evento MUNDO MESTRES MUNDU RODÁ, com participação de Mestres e Cavalo Marinho de PE, em unidades do SESC em São Paulo e no Espaço Cachuera!.

2014

  • Grupo convidado por Eugênio Barba (Odin Teatret- Dinamarca) para o evento “The Performer’s Embodied Knowledge - A New Exploration Of The Traditional Techniques” - promovido pela Shanghai Theatre Academy - China. Representando o Brasil em Shanghai (China), a Cia. Mundu Rodá apresentou técnicas para o trabalho do ator/dançarino fundamentadas nas tradições populares brasileiras, e seus desdobramentos para a cena contemporânea. O projeto integrou o ISTA - International School of Theatre Anthropology, criado pelo Odin Teatret.

  • Grupo contemplado pelo Prêmio ProAC Artes Integradas, com o projeto de pesquisa “Memórias da Rabeca”.

  • Grupo contemplado pelo ProAc Montagem Inédita Teatral com o Projeto FIGURAS INESPERADAS.

  • Ministraram o Curso de Extensão “Corporeidades Brasileiras e o trabalho do Ator/Bailarino - Cavalo Marinho e Maracatu Rural ” no Instituto de Artes da UNESP em São Paulo.

  • Virada Cultural São Paulo 2014, com Sambada de Cavalo Marinho - Cia. Mundu Rodá e Brincadores do Cavalo Marinho Estrela de Ouro.

  • Virada Cultural São Paulo SESC- SP, com o espetáculo brincadeira BOI MANJARRA - Sambada de Reis.

  • Realização do evento MUNDO MESTRES MUNDU RODÁ, com participação de Mestres e Cavalo Marinho de PE, em unidades do SESC em São Paulo e no Espaço Cachuera!.

  • Apresentação do espetáculo ESTRADA no FILO 2014 (Festival Internacional de Londrina) e realização do workshop “Treinamento Técnico do Ator à partir das Danças Tradicionais Brasileiras”.

  • Apresentação no MIT - Festival Internacional de Teatro João Pessoa Encena, com o espetáculo Donzela Guerreira.

  • Apresentação da Aula-Espetáculo CHÃ DE DOIS na Oficina Cultural Amácio Mazzaropi (SP) - Projeto Trajeto e Trajetórias: A Cultura Tradicional Influenciando Novos Caminhos.

  • Apresentação na Festival das Neves em João Pessoa (PB), com o espetáculo Donzela Guerreira e com a Aula-Espetáculo “Chã de Dois - Tradição e Cena Contemporânea”.

  • Preparadores Corporais no Espetáculo OS AZEREDOS MAIS OS BENEVIDES, direção de João das Neves. Texto de Oduvaldo Vianna Filho e música de Edu Lobo (Chegança) e Marcus Vinícius.

  • Realização da segunda Fase de circulação do espetáculo Donzela Guerreira no interior do Estado de São Paulo - projeto "Donzela Guerreira: Nas Veredas do Interior Paulista", contemplado pelo Edital ProAC - Circulação.

  • Apresentação e cortejo na Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga, com o Boi Manjarra.

  • Realização do Evento Samba Parêia!, com Mestre Inácio Lucindo (PE) e Mestre Aguinaldo (PE) na Casa Amarela (SP). 

  • Sambada e Encontro de Bois, com Boi Manjarra (SP) e Boi Marinho (PE), de Hélder Vasconcelos, na Casa Amarela (SP). 

  • Prêmio FUNARTE Artes na Rua, com o projeto FIGURAS.

  • Participação no evento TROCADILHO II - Encontro prático e Teórico sobre pesquisas em danças populares (FUNCULTURA 2013) Recife-PE, com a Aula Espetáculo "Chã de Dois - Corporeidades Brasileiras: da Tradição à Cena Contemporânea"  e  o Workshop "O Trabalho do Ator/Bailarino à partir das Danças Tradicionais Brasileiras”.

  • Promoveram o Workshop de Aprofundamento “A Dança das Intenções”, ministrado por Roberta Carreri (Odin Teatret- Dinamarca), em João Pessoa (PB) no Centro Cultural Piolin. 

2013

  • Grupo convidado para o evento especial "Diálogos das Técnicas - O Ator- Dançarino”, coordenado e dirigido pelo diretor Eugênio Barba e atriz Julia Varley (Odin Teatret - Dinamarca), para demonstração técnica do trabalho e improvisação com outros convidados sob direção de Eugênio Barba. Anda em 2013 abertura da 6a. Edição da Arte Secreta do Ator, Centro Cultural Banco do Brasil (Brasília). 

  • Realizaram turnê internacional de Agosto à Outubro de 2013, passando por Inglaterra, Dinamarca, Itália e Portugal. Apresentação da aula-espetáculo “Chã de Dois - da Tradição à Cena Contemporânea” e realização do Workshop “Danças Dramáticas Brasileiras e o Trabalho do Ator/Dançarino” nos seguintes lugares: Universidade de Évora (Portugal); Universidade de Lisboa IELT (Portugal); Centro Cultural Manifatture Knos em Lecce (Itália); Odin Teatret em Holstebro (Dinamarca). 

  • Residência artística e intercâmbio teatral no Odin Teatret (Dinamarca) com Roberta Carreri, e intercâmbio teatral com o grupo La Fabbrica dei Gesti (Itália). 

  • Ministraram o Curso de Extensão “Corporeidades Brasileiras e o trabalho do Ator/Bailarino - Cavalo Marinho e Maracatu Rural ” no Instituto de Artes da UNESP em São Paulo.

  • Promoveram o "Encontro de Bois" no Evento Samba Parêia, com Boi Manjarra -SP (Cia. Mundu Rodá) e Boi Marinho -PE ( Hélder Vasconcelos), no Ateliê Compartilhado Casa mnarela, em São Paulo.

  • Contemplados pelo Edital ProAC - Circulação de Espetáculos, para circulação do espetáculo Donzela Guerreira no interior do Estado de São Paulo - Projeto "Donzela Guerreira: Nas Veredas do Interior Paulista”.

  • Apresentação do espetáculo Donzela Guerreira no VIII Circuito de Teatro Português, em São Bernardo do Campo-SP.

  • Promoveram a 3a edição do Workshop de Aprofundamento “A Dança das Intenções”, ministrado por Roberta Carreri (Odin Teatret- Dinamarca) em São Paulo-SP.

  • Realização do evento "Samba Pareia!”, com a participação de Mestre Aguinaldo Silva (PE), na Sede dos Filhos da Santa - Ocupação Cultural Santa Cecília-SP.

  • Apresentação do "Cortejo de Figuras" - estudo cênico musical sobre as figuras mascaradas do Cavalo Marinho, na programação do Teatro nos Parques em Sorocaba-SP.

  • Realização do evento MUNDO MESTRES MUNDU RODÁ, com participação de Mestres e Cavalo Marinho de PE, em unidades do SESC em São Paulo e no Espaço Cachuera!.

  • Produção e lançamento do álbum musical inédito "Rabeca- Primeira Sonora” de Alício Amaral, através do ProAC Primeira Obra de Gravação de Disco do Estado de São Paulo.

2012

  • Neste mês de julho a Cia. Mundu Rodá recebeu em São Paulo o diretor Viliam Docolomansky do Teatro Studio Farm in The Cave (Praga - República Tcheca) para continuidade do projeto de pesquisa de linguagem e montagem “ESTRADA”.

  • Contemplados pelo edital ProAC de Primeira Obra de Gravação de Disco do Estado de São Paulo, com o projeto "Rabeca- Primeira Sonora”.

  • Contemplados pelo SESI Viajem Teatral 2012, para circulação do espetáculo “Donzela Guerreira” em cidade do  interior do Estado de São Paulo. 

  • Atuaram como preparadores corporais e preparação técnica do ator/bailarino do espetáculo "Amado", montagem do SESI Avenida Paulista em homenagem à Jorge Amando.

  • Apresentação do espetáculo Donzela Guerreira no Teatro Escola Brincante em São Paulo, integrando a programação especial de comemoração de 20 anos do Instituto Brincante de Antônio Nóbrega e Rosena Almeida.

  • Ministraram aulas regulares de Teatro Popular no Teatro Escola Brincante em São Paulo.

  • Grupo convidado para ministrar a oficina "As Danças Dramáticas Brasileiras e o Traballho do Ator/Bailarino", e realizar o espetáculo "Donzela Guerreira", na Universidade Federal de Goiás, no evento "Corpopular" - Intersecções Culturais”. 

  • Apresentação especial do espetáculo “Donzela Guerreira”, realizado no SESC Santana (SP) para a gravação do DVD do espetáculo.

  • Realização da primeira edição do evento MUNDO MESTRES MUNDU RODÁ, com participação de Mestres e Cavalo Marinho de PE, em unidades do SESC em São Paulo e no Espaço Cachuera!.

Anos Anteriores

  • Em 2011 foram contemplados pelo Prêmio de Ocupação Funarte na Sala Reneé Gumiel do Complexo Cultural Funarte em São Paulo, onde ficaram em temporada com o espetáculo “Donzela Guerreira”.

  • Foram contemplados pelo Prêmio Funarte Myriam Muniz 2009/10 com o projeto de pesquisa e montagem “Estrada”, para continuidade e fortalecimento de suas pesquisas, produção de uma revista e montagem de um novo espetáculo, sob orientação cênica de Viliam Docolomansky, diretor do Teatro Studio Farm in the Cave (República Tcheca). Desde então os grupos continuam realizando intercâmbios artísticos e pesquisas teatrais juntos. 

  • Preparadores corporais, preparação do ator, e coreógrafos do espetáculo Relampião (Cia. do Miolo e Cia. Paulicéia). 

  • Em 2008 participaram do evento Conexão Cavalo Marinho com o espetáculo DONZELA GUERREIRA, apresentando-se em Recife (PE) e Condado (PE).

  • Em 2008 participaram do 10 MOSTRA SESC DE ARTES CARIRI DE CULTURA com o espetáculo DONZELA GUERREIRA.

  • Estréia do espetáculo DONZELA GUERREIRA, no evento CORPO BRASILEIRO: POPULAR E CONTEMPORÂNEO, no SESC Ipiranga-SP.

  • Grupo convidado para abrir o primeiro Festival Latino Americano de Dança Contemporânea "Interlocuções Poéticas - Dança á Deriva", realizado no Complexo Cultutral FUNARTE em São Paulo, participando com os espetáculos "Sambada de Reis", "Donzela Guerreira" e o workshop, "As Danças Dramáticas Brasileiras e o Traballho do Ator/Bailarino”. 

  • Participação no 1o Festival Brasileiro de Teatro de Terreiro em Brasília, com o espetáculo Donzela Guerreira (realização Funarte e patrocínio dos Correios e Petrobras). Desde 2005 Juliana e Alício têm integrado o quadro regular de arte-educadores e equipe pedagógica do Teatro Escola Brincante, de Antônio Nóbrega.

  • Participação como bailarinos e criadores no processo coreográfico do espetáculo “Passo”, de Antônio Nóbrega, premiado pela Funarte e pela Secretaria do Estado de São Paulo, com estréia no SESC Vila Mariana em 2008. 

  • 2010 Demonstração técnica “A Busca de Uma Corporeidade para o Trabalho do Ator à partir das Danças Tradicionais Brasileiras” para o diretor Russo Jurij Alschtz. O diretor recolheu material da Cia. Mundu Rodá para seu projeto de criação de uma biblioteca Mundial de Métodos de Formação de Ator, com o apoio da UNESCO. 

  • Em 2009 em turnê pela Europa, ministraram Workshops e realizaram Espetáculo, Demonstrações Técnicas e trabalhos colaborativos para importantes grupos teatrais, como o grupo Farm in the Cave em Praga– República Tcheca, e também como grupo convidado do Odin Teatret durante a Odin Week, em Holstebro – Dinamarca, além da participação no “Corso di Formazione Specialistica di Biomeccanica Teatrale di Mejerchol'd”, ministrado por Gennadi Nikolaevic Bogdanov. 

  • Em 2008 Juliana e Alício, em parceria com o grupo Lume Teatro, realizaram Demonstrações Técnicas, Palestras e Workshops no ECUM- 2008 (Encontro Mundial de Artes Cênicas), além de encontro exclusivo para intercâmbio de pesquisa com Eugênio Barba e o grupo ODIN Teatret (Dinamarca), através de demonstrações técnicas de suas investigações co-relacionadas sobre o trabalho do ator e as tradições brasileiras. 

  • Em 2005 participaram da Mostra SESC DE ARTES MEDITERRÂNEO com o espetáculo SAMBADA DE REIS, apresentando-se nas unidades do SESC Pinheiros, Itaquera, Pompéia e Interlagos.

  • Foram contemplados pela Bolsa Vitae de Artes 2003/04 com o projeto “O Cavalo Marinho da Zona da Mata Norte de Pernambuco”, na área de pesquisa histórica. Nesta ocasião, além do registro histórico de sete grupos tradicionais da região (em áudio, vídeo e texto) realizaram durante um ano, junto aos Mestres e brincadores, oficinas de Cavalo Marinho em comunidades pernambucanas do interior do Estado, com o objetivo de fortalecimento e restabelecimento de partes das brincadeiras não mais representadas.

PRÊMIOS

 

  • 2021 - Contemplados pelo Edital ProAc LAB 36/2020, para apresentação online dos espetáculos MEMÓRIAS DA RABECA e VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI.

  • 2021 - Contemplados pelo PROAC EXPRESSO LEI ALDIR BLANC Nº 47/2020 - PRÊMIO POR HISTÓRICO DE REALIZAÇÃO EM TEATRO, com o projeto "Mundu Rodá 20 anos: Criação e Pedagogia - Uma História Vivida com as Artes Cênicas Brasileiras”.

  • 2020 - 36a Edição Fomento a o Teatro para a cidade de São Paulo, com o projeto "HIELIA - Manifesto das Margens e Outros Gritos”.

  • 2020 - Prêmio de Melhor Espetáculo, Melhor Texto, Melhor Trilha Sonora, Melhor Iluminação, Melhor Cenografia, Melhor Ator e Melhor Direção no 5o FESTKAOS, com o espetáculo infantil "VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI”. Comissão julgadora: Bob Souza, Miguel Arcanjo Prado e Alexandre Mate.

  • 2020 - Contemplados pela 1a Edição de Premiação de Espaços Culturais Independentes que Realizam Atividades Culturais na Cidade de São Paulo, com o Espaço Cultural Casa Mundu Rodá. 

  • 2020 - Contemplados pelo EDITAL PROAC No 02/2020 - REGISTRO E LICENCIAMENTO DE ESPETÁCULOS INÉDITOS DE TEATRO PARA DIFUSÃO ONLINE #CulturaEmCasa, com o projeto DONZELA GUERREIRA - NOVAS VEREDAS.

  • 2020 - Contemplados pelo EDITAL PROAC No 17/2020 - MANUTENÇÃO E MODERNIZAÇÃO DE ESPAÇOS CULTURAIS INDEPENDENTES, com o projeto  CASA MUNDU RODÁ - Residência Artístico-Pedagógica e Manutenção.

  • 2019 - Prêmio PROAC “CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CIRCULAÇÃO DE ESPETÁCULO DE ARTES CÊNICAS PARA RUA NO ESTADO DE SÃO PAULO”, com o espetáculo "Figuras Inesperadas”.

  • 2018 - Prêmio do Instituto Grupo Boticário (2018-2019) - BOTICÁRIO NA DANÇA para temporada dos espetáculos MEMÓRIAS DA RABECA e DONZELA GUERREIRA, com realização em 2020 e 2021.

  • 2018 - 32a EDIÇÃO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO, com o projeto "ARIGÓS - GUERRAS DIÁSPORAS, RIOS EM ABANDONO”.

  • 2017 - Prêmio PROAC Nº 07/2017 – PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO de ARTES CÊNICAS PARA PÚBLICO INFANTIL, com o projeto VIDA DE CÃO CORAÇÃO DE HERÓI.

  • 2015 - 3a Edição do Prêmio Zé Renato (Produção de Espetáculo Teatral), com o Projeto ARIGÓS.

  • 2015 - Prêmio ProAC PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO INÉDITO, pesquisa e montagem com o projeto “Figuras Inesperadas - 15 anos Mundu Rodá”.

  • 2015 - Prêmio ProAC Artes Integradas, com o projeto  “Memórias da Rabeca” (Pesquisa e Montagem: Teatro, Dança e Música). 

  • 2014 - Prêmio FUNARTE Artes na Rua, pesquisa dramatúrgica com o projeto “Figuras Inesperadas - Diálogos Dramatúrgicos“.  

  • 2013 - Contemplado pelo Edital ProAc de Circulação no Estado de São Paulo, com o projeto  "Donzela Guerreira: Nas vendas do Interior Paulista”.

  • 2012 - Contemplado pelo ProAc  Primeira Obra de Gravação de Disco do Estado de São Paulo "Rabeca- Minha Sonora”.

  • 2012 -SESI Viagem Teatral 2012, categoria Dança -Teatro. Com a circulação do espetáculo “Donzela Guerreira” no Estado de São Paulo, categoria Dança -Teatro.

  • 2011 - Prêmio de Ocupação Funarte na Sala Reneé Gumiel do Complexo Cultural Funarte em São Paulo, com o espetáculo “Donzela Guerreira”.

  • 2010 - Contemplado pelo EDITAL DE RESIDÊNCIA ARTÍSTICA NA CÂMARA DE CULTURA”, com o projeto “Cia. Mundu Rodá 10 anos- Da Tradição à Cena Contemporânea” - Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Bernardo do Campo.

  • 2009 - Prêmio Funarte Myriam Muniz, com o projeto de pesquisa e montagem “Estrada”, direção Viliam Docolomansky (Praga - República Tcheca).

  • 2003/04  - Bolsa Vitae de Artes, com o projeto “O Cavalo Marinho da Zona da Mata Norte de Pernambuco”, na área de pesquisa histórica teatral.

 

 

Voltar para a página anterior