Track name - Artist name
00:00 / 00:00

MUNDU

Cia. Mundu Rodá de Teatro Físico e Dança (SP), fundada em 2000 pelos artistas Juliana Pardo e Alício Amaral, vem construindo uma linguagem cênica própria a partir da observação, do contato e do diálogo com as Danças Tradicionais Brasileiras e o Trabalho do Ator/Músico/Bailarino. A riqueza oferecida por estas manifestações tradicionais reside na combinação estrutural do teatro, da dança e da música em suas formas expressivas. A partir de pesquisas de campo e intercâmbios com artistas de diferentes áreas, a Cia. trabalha na criação de uma metodologia de preparação e encenação do artista intérprete que dá destaque às corporeidades brasileiras.

As pesquisas desenvolvidas pela Cia. Mundu Rodá são objetivadas na elaboração e organização de novas formas de construções corporais integradas ao canto e a música, ao teatro e a dança, dialogando com a tradição e a inovação, trilhando um caminho para a elaboração de um treinamento técnico que contribua na formação de atores e bailarinos, e esboçando a criação de novas formas de expressões contemporâneas da arte brasileira.

Os princípios físicos e energéticos que constituem as Danças Tradicionais Brasileiras, assim como o estudo biomecânico do corpo-brincador e dos diferentes elementos que o constituem, permeiam os trabalhos artísticos da Cia. Mundu Rodá.

 RODÁ

VISITE NOSSO ESPAÇO!

CASA MUNDU RODÁ

RUA SOUTHEY 106. VILA DON PEDRO (IPIRANGA) - SÃO PAULO

1/1
Últimas Notícias
PROGRAMA ARTÍSTICO-PEDAGÓGICO MUNDU RODÁ

 

Formação de um NÚCLEO DE INVESTIGAÇÃO PRÁTICO E TEÓRICO voltado a 22 participantes com duração de 10 meses, e realização de um Experimento Cênico público.

Gratuito!

 

Mais do que oferecer uma mera instrumentalização técnica, o Programa Artístico-Pedagógico Mundu Rodá deseja criar um escopo humano e estrutural para a prática e reflexão dos princípios poéticos de uma cena de identidade brasileira.

A proposta é não apenas difundir um modo de trabalho desenvolvido pela Cia. Mundu Rodá mas também convidar outros criadores que, com princípio criativo análogo, desenvolvem também suas próprias metodologias criativas.

 

O programa pedagógico é voltado a artistas profissionais e estudantes das artes cênicas e propõe em seu desenvolvimento um mergulho nas matrizes culturais que continuem o povo brasileiro, não a fim de empreender qualquer espécie de síntese, mas de pensar uma criação que comporta a convivência das diferenças, uma forma de pensar o aprendizado teatral por meio da aceitação da multiplicidade que nos define culturalmente. Assim como ocorre nas manifestações artísticas tradicionais, a pedagogia adotada, conduzida pelos colaboradores convidados e fundadores da Mundu Rodá, buscará a interpenetração das linguagens, compreendendo voz, corpo, movimento e narrativa como facetas diversas de uma mesma unidade orgânica que rege a criação do artista em cena.

 

 Coordenação Pedagógica: Juliana Pardo e Alicio Amaral (Mundu Rodá).

                                                                    

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1) A BUSCA DE CORPOREIDADES PARA O TRABALHO DE ATOR A PARTIR DE DANÇAS TRADICIONAIS BRASILEIRAS: estudo das formas de expressões cênicas tradicionais brasileiras, trabalho sobre o corpo, voz, máscaras, músicas e narrativas e a utilização destas para a criação cênica, além do estudo biomecânico das danças, onde serão abordadas as corporeidades que elas constroem, enfatizando as qualidades de energias que elas despertam.

Artistas Condutores: Juliana Pardo, Alicio Amaral e Cibele Mateus.

 

2) DEUSES QUE DANÇAM - ORIXÁS: aprofundamento na cultura negro – brasileira, tendo como base as sagradas danças dos orixás dos Candomblés do Brasil. 

Artistas Condutores: Wellington Campos e Alexandre Buda.

 

3) ENCONTROS MODULARES - TEÓRICOS E PRÁTICOS - COM ARTISTAS CONVIDADOS:

 

Primeiro Módulo - Março e Abril

  • Diásporas Africana no Brasil e Culturas Musicais Africanas no Brasil do Sec. XIX e XX: Estudos teórico sobre os Orixás, aprofundando conhecimentos históricos–sócio-culturais sobre povos de matrizes africanas.

Condutor: Saloma Salomão. 

 

Demais Módulos

 

  • Modos de Narrar sobre a Perspectiva Ameríndia: Conhecer e exercitar um modo de ser - sem distâncias entre o pensar e fazer e a riqueza apresentada pelas formas de narrativas ameríndias. 

 

  • Tambor do Divino - Canto e Toque Ritual: Aproximação e experiência sobre o canto ritual. Desenvolvimento e aprendizado técnico musical sobre as caixas do divino e os toques, e sobre o canto em grupo dentro da tradição.

 

OBS: No decorrer do projeto outros módulos serão integrados ao conteúdo programático.

 

 

5) MONTAGEM E APRESENTAÇÃO DE UM EXPERIMENTO CÊNICO com os participantes, como finalização do programa pedagógico com quatro apresentações previstas, abertas ao público.

 

6) EVENTO CHÃ DE DOIS: Encontro de coletivos artísticos na Casa Mundu Rodá, para trocar e partilhar com o público seus trabalhos criativos, baseados em estudos com as manifestações tradicionais e a criação artística.   

Destinado aos artistas da Mundu Rodá, aos colaboradores e participantes do Núcleo Artístico Pedagógico, e também aberto ao público.

 

 

 

INSCRIÇÕES

 

Para se inscrever os interessados deverão seguir duas etapas:

 

Primeira etapa - Formulario de Inscrição

Preencher formulário através do link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScl3D9w3XT9LILf_13iLSLTLTf_TXx1HcW-pvj6yXWJGFXohg/viewform?usp=sf_link

 

  • Nome completo

  • Data de nascimento

  • Telefone

  • E-mail

  • Carta de intenção

  • Currículo breve

 

Segunda etapa - Processo Seletivo: 

Através de três (03) encontros práticos com os artistas condutores. O não comparecimento em algum dos encontros implicará na desclassificação automática do candidato.

DATAS E PRAZOS

 

Inscrição até o dia 16 de fevereiro.

 

PROCESSO SELETIVO (Prático): Dias 25, 26 e 27 de Fevereiro de 2019.

Horário: Das 18h30 às 22h.

Local: CASA MUNDU RODÁ - Rua Southey nº106, Ipiranga, São Paulo -SP.

 

INÍCIO DAS AULAS: 11 de Março de 2019.

DIAS DE AULA: Segundas, Terças e Quartas, das 18h30 às 22h.

Término: Dezembro de 2019.

Duração: 10 (dez) meses.

Local: CASA MUNDU RODÁ - Rua Southey nº106, Ipiranga, São Paulo -SP.

 

 

FREQUÊNCIA

 

Requer disponibilidade para a presença frequente nas aulas três vezes por semana (SEGUNDA, TERÇA E QUARTA-FEIRA) durante dez meses, como parte fundamental da ética de trabalho  e para com os outros participantes.

 

 

Mais informações

fomentoarigos@gmail.com ou pelo Whatsapp 11 98298 8585

VEM CHEGANDO NOVIDADE!!!

 

Projeto: VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI!
O rio que era Doce, azedou…


Em VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI, a Mundu Rodá lança pela primeira vez seu corpo investigativo no universo infantil, apoiada em uma reflexão sobre o meio ambiente através de uma saga épica narrada por um cãozinho sobrevivente.
Nossa história é baseada num dos maiores desastres ambientais ocorridos no mundo - o desastre de Mariana, em Minas Gerais. 
Em 05 novembro de 2015, no município de Mariana, ocorreu o rompimento de uma das barragens da mineradora Samarco. O rompimento da barragem provocou uma avalanche de rejeitos de minérios de ferro, que devastou a comunidade rural de Bento Rodrigues. Em seguida essa lama tóxica avançou em direção ao Rio Doce, soterrando plantas, animais e toda vida aquática por onde passava, até chegar na foz do rio doce, onde a lama invadiu o mar na cidade de Regência, no Espírito Santo.
O projeto foi contemplado pelo EDITAL PROAC Nº 07/2017 – PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO de ARTES CÊNICAS PARA PÚBLICO INFANTIL!

SINOPSE - VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI
Um cachorro é surpreendido enquanto o vilarejo é inundado por uma torrente de lama tóxica. Sem sinais do resgate, o vira-lata decide embarcar em uma poltrona desmantelada e navegar pelo Rio Doce em busca de sua família da espécie “gente". No leito contaminado, recebe a bordo peixes desiludidos, índios Krenak e até um parente pustulento do futuro - moradores das margens do rio. Na sua trajetória, cheia de surpresas, aprende a lidar com tamanha tragédia. Até onde vai essa aventura enlameada?

 

FICHA TÉCNICA 
Juliana Pardo | Direção e Intervenção Cênica
Alessandro Toller | Dramaturgia e Texto
Alício Amaral | Atuação, Direção e Criação Musical 
Amanda Martins | Musicista e Criação Musical
Emilia Reily | Figurinos e Adereços
Giorgia Massetani | Cenografia e Ilustrações
Alicio Silva | Cenotecnia
Eduardo Albergaria | Desenho de Luz
Equipe Audiovisual: 
Ana Luisa Anker | Projeção de Imagem, Concepção e Animação. 
Paula Galasso | Direção de Arte. 
Pedro Brandão | Animação e Projeção Mapping
Alex Merino e Kalil Moreira (FIT360) | Treinamento Corporal 
Mariana Pardo e Deborah Penafiel | Produção
Mariana Pardo | Assessoria de Imprensa 
Alício Amaral | Arte Gráfica 
Luiz Cabral |Assessoria Artística
Elvis Presley | Cão Personal 

Programação:

 

Cabreúva
Data- 04.12
Hora- 08h30 / 14h30
Local- Centro de Cultura- Avenida Vereador José Donato, s/no, Bairro Vilarejo. Cabreúva – SP.

 

Cotia

COTIA-CES
Data- 05.12 
Hora- 10h30
Local- CES- Cotia Rod. Raposo Tavares, 7.200 (km 24) 
- Cotia - SP
OBS: nas dependências do Colégio Rio Branco.

 

Itaquaquecetuba
Data- 06.12
Hora- 09h / 15h
Local- EMEB Guilherme Donizete.

 

São Bernardo do Campo
Emeb Professor Claudemir Gomes
Data- 07.12
Hora- 10h30 / 14h
Local- Estr. da Pedra Branca, 854 - Montanhão, São Bernardo do Campo 

 

Osasco

CEU CAMILA ROSSAFA 
Data- 10.12 
Hora- 16h
Local- CEU DAS ARTES CAMILA ROSSAFA - Rua Nelson Mandela no 1313, Jd. Primeiro de Maio - Osasco-SP.

 

CEU DAS ARTES YOLANDA
Data- 11.12
Hora- 16h
Local - CEU DAS ARTES "YOLANDA APARECIDA AVELINO RIBEIRO" - R. São Judas Tadeu, 105-257 - Bonança, Osasco - SP.

SHOW - RABECA PRIMEIRA SONORA
ALÍCIO AMARAL
SESC PINHEIROS

ENCONTROS COM MESTRES
 com MESTRE INÁCIO LUCINDO

 

PREPARE O CORAÇÃO… E SUAS PERNAS! ENCONTROS COM MESTRES está de volta!

A CIA MUNDU RODÁ e o GRUPO MANJARRA recebem, mais uma vez em São Paulo, MESTRE INÁCIO LUCINDO do Cavalo Marinho Boi do Oriente - Camutanga/PE.

É ladeira é poeira, é samba é rojão
É sonora de rima, é catombo é baião
Ribaparêia rebata um baião
Poi'chegamo co'Inácio, confira a programação!!

 

Alô São Paulo! Agora em MAIO!!

Festa do Divino Espírito Santo de São Luiz do Paraitinga (SP)
Com Grupo Manjarra (SP) e Mestre Inácio Lucindo (PE).
Dia 19 de maio (sábado)
12h - Cantoria ao Meio-dia com Mestre Inácio Lucindo (PE) e Grupo Manjarra (SP), pelo centro da cidade.
20h - Sambada com Mestre Inácio às 20h, em frente à Igreja das Mercês.

Mestre Inácio Lucindo e Grupo Manjarra no Espaço Cachuera! 
Dia 20 de maio (domingo) ) | 16h
Um dos grupos convidados no dia do Levantamento do Mastro | 19a Festa do Divino Espírito Santo da Família Menezes e Espaço Cachuera!
Entrada franca.

Oficina “Poesia e Toadas na Tradição do Cavalo Marinho de Mestre Inácio Lucindo”
Em foco o trabalho sobre as formas musicais - cantadas e tocadas - do Cavalo Marinho de Mestre Inácio Lucindo. Estudo sobre as diferentes toadas (soltas, de alevante, de figuras, de tombo e de rojão), o canto e toques de instrumentos (pandeiro, bage e mineiro).
Dia 21 de maio (segunda) | 16h às 19h
Local: Casa Mundu Rodá (Ipiranga-SP)
Colaboração: R$30,00 / pessoa.
VAGAS LIMITADAS!
ATENÇÃO: Inscrição somente pelo e-mail producaomunduroda@gmail.com indicando nome e telefone para contato.

Encontros com a História - Aula Espetáculo “A Vida Vivida e Envolvida no Cavalo Marinho - Mestre Inácio Lucindo”.
Com Mestre Inácio Lucindo do Cavalo Marinho Estrela do Oriente (PE) e Cia Mundu Rodá (SP).
Dia 22 de maio (terça) | 18h às 21h
Local: CRD | Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo.
A trajetória de vida de Mestre Inácio junto ao brinquedo, num encontro prático e teórico através da poética do artista, de sua arte de fazer versos e da crítica social manifestada/presente na brincadeira, em perspectiva histórica.
O objetivo do encontro será compartilhar, com o público, o conjunto de procedimentos que constituem esta tradição cênica e sua força de expressão, que percorre caminhos entre a dança, o teatro e a música.
A aula-espetáculo será dividida em três partes: na primeira, o público será convidado para uma experiência prática da dança (trupés, roda de mergulhão e evoluções da Galantaria) e do canto (toadas) presentes no Cavalo Marinho. Em seguida, Mestre Inácio Lucindo e integrantes da Cia. Mundu Rodá apresentarão loas, toadas e figuras mascaradas, além de pequena mostra de registros audiovisuais do brinquedo (do acervo da Cia. Mundu Rodá). No fechamento, um diálogo com o público sobre a resistência das tradições populares e sua inserção nas artes cênicas contemporâneas.
Entrada franca.


SOBRE MESTRE INÁCIO LUCINDO
Inácio Lucindo da Silva, Mestre Inácio, tem 81 anos, nasceu no Engenho Paraná, município de Aliança/PE. A primeira vez que viu e brincou em um Cavalo Marinho foi com 9 anos de idade. Em pouco tempo já mestrava o brinquedo e se criou na pisada, na poesia e fantasia do Cavalo Marinho, ao mesmo tempo em que trabalhava no pó, pirão e peia da cana de açúcar. Montou seu Cavalo Marinho Estrela do Oriente, ativo até hoje na cidade de Camutanga/PE. Narrador nato, conduz com maestria a poética do brinquedo, revelando a sua potência de expressão. Vida envivida no Cavalo Marinho. É padrinho do Grupo Manjarra, fundado em 2004 em São Paulo, por Juliana Pardo e Alício Amaral. Desde então, ministra oficinas, apresentações e palestras - no estado de São Paulo com a Cia. Mundu Rodá e o Grupo Manjara - sobre o universo fantástico do Cavalo Marinho Pernambucano, uma tradição brasileira que resiste aos tempos e que revela em seu enredo a luta dos trabalhadores dos canaviais brasileiros.

SOBRE O INTERCÂMBIO COM MESTRES DE CAVALO MARINHO em SP!
A CIA. MUNDU RODÁ e o GRUPO MANJARRA promovem em São Paulo mais um encontro com a participação de Mestres de Cavalo Marinho de Pernambuco. Realizar estes intercâmbios tornou-se nossa missão e tradição. Evento "ponta de lança" que vem resistindo e conquistando espaços e corações em SP há 14 anos! As ações com mestres da tradição popular promovidas pela Mundu Rodá e Grupo Manjarra são ações formativas, interativas e abertas ao público. E são afirmativas da beleza e da importância da arte dos Mestres da cultura popular tradicional brasileira.

Cia Mundu Rodá e Grupo Manjarra.

Foto - divulgação Mestre Inácio: Panamérica Filmes.

Espetáculo ARIGÓS
Teatro Paulo Eiró e Casa Mundu Rodá 

1/1

PROJETO ARIGÓS

ENCONTROS E ABERTURA DE PROCESSO CRIATIVO

 

 

É com imensa alegria que anunciamos o primeiro ciclo de Encontros e Abertura de Processo Criativo do projeto de pesquisa e montagem ARIGÓS, contemplado pelo Prêmio Zé Renato de Teatro para a cidade de São Paulo.
Venham e acompanhem nossa programação!

Inspirados pelos Arigós, também conhecidos como Soldados da Borracha, personagens quase desconhecidos da nossa história, a Mundu Rodá, imersa num processo de migração criativa, parte do nordeste do Brasil em direção a Amazônia. 

Os Ciclos da Borracha levaram milhares de nordestinos a deixar o sertão para trabalhar nos seringais amazônicos. Em busca do paraíso perdido, o governo brasileiro deslocou um grande contingente humano, que culminou num verdadeiro genocídio, transformando a floresta num inferno verde.

Em Outubro a CasaMunduRodá abre as portas para compartilhar:

A Experiência do Registro Audiovisual no Sudoeste do Pará
Encontro com Marcelo Eme - Documentarista e diretor de fotografia na Panamérica Filmes | São Paulo (SP)
13 de outubro | sexta 19h

A Margem da História 
Abertura de Processo Criativo
Estudo Cênico a partir da obra inacabada de Euclides da Cunha: Um Paraíso Perdido

Com Cia. Mundu Rodá.
29 de outubro | domingo 18h

A Ilusão do Paraíso Perdido 
Fortuna e Perdição na Amazônia Acreana
Encontro com Marcos Vinicius Neves - Historiador e Arqueólogo | Rio Branco (AC)
29 de outubro | domingo 19h30

Serviço:
Ciclo de Palestras - Projeto ARIGÓS - MUNDU RODÁ
Onde: Casa Mundu Rodá.
Endereço: Rua Southey, n106, Ipiranga (metrôs próximos: Alto do Ipiranga e Santos - Imigrantes | linha verde).
Gratuito!

*Projeto contemplado pela 3ª edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para a cidade de São Paulo


QUEM QUER FAZER AULA DE RABECA?

OFICINA DE RABECA 

Toque, Traquejo e Toada

no SESC VILA MARIANA

 

A oficina proporciona o encontro prático e teórico com o universo sonoro da rabeca - instrumento de arco usado em diversas manifestações populares brasileiras. Em foco, o recorte sobre os toques de rabeca do Cavalo Marinho da Mata Norte Pernambucana e do Fandango do Litoral Sul Paulista.
A metodologia vem sendo desenvolvida pelo rabequeiro Alício Amaral a partir de estudos com mestres rabequeiros de diferentes estados do Brasil e da prática em manifestações populares.

Com Alício Amaral, da Cia. Mundu Rodá.

Público alvo: rabequeiros, educadores interessados na iniciação prática em rabeca, e músicos com conhecimento em instrumento de arco. Necessidades: cada aluno deverá trazer seu próprio instrumento (rabeca ou violino).

Serão disponibilizadas 05 rabecas para 05 alunos que eventualmente não possuem instrumento.

Vagas limitadas. Inscrições na Central de Atendimento, a partir de 18/7 (credencial plena) ou 25/7 (demais interessados e credencial plena).
Sala 4, 6º Andar - Torre A

Mais informações no link abaixo!
 

Olá Amigos! 
RABECA PRIMEIRA SONORA é o meu primeiro CD autoral. Nele proponho uma imersão ao universo sonoro da RABECA, e a apresentação deste riquíssimo instrumento musical, suas potencialidades musicais, poesia, timbres e sotaques. Tantos Brasis num só pedaço de madeira! 

Divirtam-se e apreciem som por som - RABECA PRIMEIRA SONORA!!!
Abraços! 
Alicio Amaral

CIA. MUNDU RODÁ 
CIA. MUNDU RODÁ 

Olá Amigos! Com muita alegria participamos do “Encontro 2015 - Os Laboratórios Históricos e a Reinvenção da Interpretação no Brasil, a partir de seus fazedores”, no Instituto de Artes da UNESP! Grato pelo lindo encontro!

 

Agora, a Cia. Mundu Rodá segue a todo vapor com o espetáculo

DONZELA GUERREIRA!

 

Próximas paradas:

 

Festival de Teatro Velha Jona Primavera do Leste -MS (dia 10/11)

Mostra Sesc Cariri de Culturas - CE (dia 14/11)

Encontros Possíveis - Alta Floresta - MT (dia 30/11)

Festival de Teatro da Amazônia Mato-Grossense - MT (dia 01 e 02 /12).

 

Em Dezembro aguardem novidades na Casa Mundu Rodá em São Paulo!!

Grande abraço para todos e até breve!

Donzela Guerreira

Mostra Sesc Cariri 2015

SAMBADA DE CAVALO MARINHO
com MESTRE BIU ALEXANDRE e GRUPO MANJARRA

SAMBADA DE CAVALO MARINHO com MESTRE BIU ALEXANDRE e GRUPO MANJARRA

 

DOMINGO DIA 25/10!! Faça chuva ou faça Sol, segure a pisada, suba a ladêra, levante a puêra, caia no samba, solte o trupé, sustente o rojão, com alegria no coração, na sonora de um baião, espalhe a notícia no ar e venha sábado brincar!

 

QUANDO: Domingo dia 25/10. GRÁTIS!

QUE HORAS: Aula Aberta as 16h! Início da SAMBADA as 17h!

ONDE: Praça Pinheiro da Cunha - Bairro Ipiranga.

IMPORTANTE SOBRE O LOCAL: A praça é um pouco grande, portanto um ponto de referencia para o local da Sambada é a rua Rua Salvador Simões, no terreiro perto dos equipamentos de ginástica da praça. Desde a saída do metrô Santos Imigrantes haverá cartazes indicando o local. 

METRÔ PRÓXIMO: Santos-Imigrantes (linha verde).

 

E SE CHOVER?

 Se chover a Sambada será realizada na sede da Cia. Mundu Rodá, ao lado do local da apresentação, na Rua Southey, nº 106.

 

SOBRE O SAMBA, PARÊIA!

 

A CIA. MUNDU RODÁ e o GRUPO MANJARRA promove mais um encontro mensal com a participação de Mestres de Cavalo Marinho de Pernambuco! O "Samba Parêia!” é um encontro interativo aberto ao público sobre a brincadeira do Cavalo Marinho. Preparem as pernas que o é samba quente! Figuras, sonora solta e muita dança garantida. Já é nossa tradição, evento "ponta de lança" que vem resistindo e conquistando espaços, seguidores e corações ao longo de 11 anos de brincadeira em São Paulo

Nesta edição especial, receberemos Mestre BIU ALEXANDRE do Cavalo Marinho Estrela de Ouro de Condado-PE. Mestre Biu Alexandre, começou a botar figura aos 13 anos. Em 1979, fundou o Cavalo Marinho Estrela de Ouro e hoje comemora o fato de ter os filhos e netos envolvidos no brinquedo. Hoje é dos grupos mais ativos de Pernambuco.

 

Muita festa em comemoração aos 15 anos da Cia. Mundu Rodá! Você é o principal convidado nesta grande festa! Venha celebrar com a gente!

SAMBADA DE CAVALO MARINHO
com MESTRE INÁCIO LUCINDO e GRUPO MANJARRA

Memórias da Mata Norte

 
Teaser do documentário "Memórias da Mata Norte", projeto que narra a trajetória dos 15 anos da Cia Mundu Rodá.
 
EM BREVE!

Produção: Panamérica Filmes
Co-Produção: Cia. Mundu Rodá
Mundu Rodá
SHANGHAI -CHINA
Novembro 2014
 
Após intenso trabalho a Mundu Rodá (São Paulo) acaba de retornar de Shanghai (China) onde teve a honra de participar do evento "A New Exploration into Traditional Techniques”, um projeto entre a Shanghai Theatre Academy e o ISTA (School of Theatre Anthropology), idealizado por Eugênio Barba do Odin Teatret (Dinamarca). Representada pelos brasileiros Alício Amaral e Juliana Pardo, a Mundu Rodá apresentou técnicas para o trabalho de Ator/Dançarino que vem desenvolvendo a partir de tradições brasileiras, além de demonstrações de suas obras artísticas.
O trabalho teórico e técnico, dirigido por Eugenio Barba, envolveu reuniões e manifestações de natureza prática e comparativa a partir da perspectiva da antropologia teatral.
Com a participação de I Wayan Bawa- Bali; Jinju performers from Shanghai Theatre Academy - China; Modern dance performers from Shanghai Theatre Academy - China; Alício Amaral e Juliana Pardo - Cia. Mundu Rodá -São Paulo|Brasil; e Atores do Odin Teatret, Holstebro -Dinamarca.
 
FILO 2014
Espetáculo ESTRADA
Londrina -PR
dia 04 e 05 de SETEMBRO - 21h
www.filo.art.br
MIT- João Pessoa Encena
Espetáculo DONZELA GUERREIRA
João Pessoa-PB
dia 14 de SETEMBRO - 21h
www.mitpb.com.br
Samba Parêia!
Boi Manjarra e Mestres do Cavalo Marinho Pernambucano
Casa Amarela | Rua Consolação n. 1075 | Centro | São Paulo-SP
dia 30 de Agosto - 18h às 22h
 
  • Facebook App Icon
  • Blogger App Icon
  • YouTube Classic
Cavalo Marinho

Foto: Rafael Berezinski