Núcleos de Estudo

Núcleo Manjarra

Um desdobramento das atividades da Cia. Mundu Rodá surgiu com a criação do Núcleo Manjarra - Boi Manjarra (2004), formado pelo desejo de alguns artistas e educadores em aprofundar seus conhecimentos sobre as danças populares brasileiras. Sob a coordenação e direção artística de Juliana Pardo e Alício Amaral, o grupo objetiva a criação de uma identidade artística própria, referenciada na cultura popular brasileira tradicional, especialmente sobre os elementos constitutivos de manifestações culturais como Cavalo-Marinho (PE), Boi de Reis (RN) e suas experiêncas com a Festa do Divino Espírito Santo. 

Núcleo de Estudo UNESP

O Núcleo de Estudo UNESP integra o programa do curso de extensão "O Trabalho do Ator/Bailarino a partir das Danças Tradicionais Brasileiras - MARACATU RURAL E CAVALO MARINHO", iniciado em 2013 pelo Instituto de Artes da UNESP (São Paulo).

Coordenados por Alício Amaral e Juliana Pardo, o grupo trabalha na investigação minuciosa dos diferentes elementos físicos e energéticos presentes na Brincadeira Tradicional do Maracatu Rural e do Cavalo Marinho da Zona da Mata Norte de Pernambuco aplicados ao trabalho de treinamento e criação do Ator/Músico/Bailarino na cena contemporânea.

Experimento Cênico Cortejo de Figuras

Criado em 2010, o experimento cênico-musical "Cortejo de Figuras" é um desdobramento à partir de Oficinas Montagens sobre a brincadeira do Cavalo Marinho (PE), coordenado e dirigido por Alício Amaral e Juliana Pardo. O trabalho foi realizado a partir de práticas criativas abordando estudos sobre as máscaras, estruturas cênicas tradicionais, e a investigação de Figuras fora do contexto original da brincadeira do Cavalo Marinho.